Logística dos congelados integra programação da Jornada do Sorvete

Os sorvetes são produtos sensíveis que necessitam de severo controle quanto à exposição a temperaturas inapropriadas, pois podem sofrer danos irreversíveis em sua estrutura. Esse desafio das operações de produção, armazenagem, distribuição e comercialização de itens congelados será evidenciado pela engenheira de alimentos, Rubilene Araújo, durante a Jornada do Sorvete 2017, através da palestra “Mapeamento do processo logístico da cadeia de frio”.

Com experiência na área de Ciência e Tecnologia de Alimentos, com ênfase no setor de laticínios e desenvolvimento de novos produtos, Rubilene vai revelar os pontos críticos da cadeia de frio e indicar possíveis causas e consequências à qualidade do produto. Segundo ela, a maior dificuldade para garantir a efetividade na distribuição do sorvete ocorre após a saída da unidade fabril, o que justifica a preocupação que o fabricante deve ter na manutenção do processo, desde o armazenamento até a comercialização. “É necessário assegurar o controle, monitoramento, integração, sincronização e infraestrutura na cadeia, além de atender às normas, regulamentações e legislações vigentes”, revela.

O evento

A Jornada do Sorvete 2017 ocorre nos dias 6 e 7 de julho, no Weiand Hotel, em Lajeado. Seis palestras vão abordar marketing, recursos humanos, sustentabilidade, legislação, economia e logística, colocando em pauta temas atuais e relevantes para o aperfeiçoamento do setor sorveteiro. Promovida pela Associação Gaúcha das Indústrias de Gelados Comestíveis (Agagel), é destinada a empresários, fabricantes e fornecedores, e oferece também exposição e momentos de integração, proporcionando capacitação e acesso a novidades e tendências, além de fortalecer parcerias e estimular os negócios. Interessados em participar podem obter mais informações ou fazer sua inscrição ao custo de R$ 150,00 através do e-mail agagel@agagel.com.br.

Compartilhe